quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

TANTO AMOR PRA DAR

Ainda tenho tanto amor para dar
Que me transbordam os dias
E não dou conta de todos eles
Que me sufoca o tempo
Que nem lembro de respirar

Ainda tenho tanto amor para dar
Que percorro estradas desconhecidas
E descubro caminhos escondidos
E encontro pessoas perdidas
E me perco em cada olhar

Pois cada olhar é uma aventura
Cada rosto uma esperança
Cada qual traz seu sorriso
Encobrindo alguma dor

Cada um tem uma história
E trás sua face marcada
Por traços de desenganos
Desventuras de algum amor

Reconheço o caminho da lágrima
Sei de onde brota
Sei por onde desce
Sei o que entristece
Pois chorei um mar

E ainda hoje choro
Mas sempre recomeço
Revirando meu avesso
Daí me reconheço
Com tanto amor pra dar

Nenhum comentário: