sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

UM DOS MELHORES SHOWS


Ontem tive a oportunidade de assistir a um dos melhores shows de toda a minha vida. Nesta afirmativa me arrisco a incluir, sem nenhum exagero, os shows ao vivo e os vistos em vídeo.

A minha maior angústia foi ver o Teatro Rival relativamente vazio e estar sozinho em uma mesa de quatro lugares bem a frente do palco. Angústia esta que tentei minimizar com diversas chamadas eufóricas para meus amigos Luis Manuel e Deise e para minha querida esposa que felizmente não pôde atender, pois foram daquelas ligações que a pessoa fala gritando, palavras inaudíveis ao meio de um barulho ensurdecedor e depois levanta o aparelho para que o amigo ouça o som ambiente, e que na maioria das vezes não dá para se entender nada.

Pois bem, era um show de lançamento de CD, e nestas apresentações geralmente são tocados alguns sucessos, mas como o objetivo principal era a divulgação do novo produto, imaginei que o espetáculo seria recheado de composições novas. Mas não foi bem isso o que aconteceu. Primeiro que o próprio disco vem inundado de pérolas e clássicos e segundo que nunca havia visto um show com uma quantidade tão grande de participações especiais.

Comumente o convidado canta uma das faixas do CD, geralmente aquela que gravou ou que tem em parceria com o artista anfitrião, e vai embora; pois bem, no show COR DA MINHA RAÇA que é também o nome de uma das canções do novo disco do grande Noca da Portela, não foi bem assim.

Os convidados, Toninho Geraes, Wilson Moreira, Delcio Carvalho, Adilson Bispo, Hildo Hora, Tia Surica, Roberto Serrão, entre outros diversos, acompanhados pelo Grupo DNA do Samba, cantaram com o Noca, cantaram sozinhos, cantaram seus sucessos, cantaram sucessos de outros, foram embora e voltaram. O Noca cantou as músicas do CD, cantou seus clássicos, cantou as músicas dos convidados e a noite acabou com o samba enredo de 2012 da Portela, ou seja, foi o maior carnaval, um show sensacional!

Convidei minha esposa, convidei meus amigos Perereca e Paulo Andel, convidei colegas do escritório, convidei desconhecidos pela rua, e quase desisti por estar sozinho nesta empreitada. Ainda bem que o samba falou mais forte.

O samba tem feitiço
O samba tem magia
Não há quem possa resistir
Ao som de uma bateria
É lindo a gente vê
O samba amanhecer
Cheio de poesia

Com o sol aparecendo
E a lua indo embora
E a lida tão sofrida
Vem pra rua
Mas enquanto houver samba
Alegria continua, alegria continua
ALEGRIA CONTINUA
(Noca da Portela e Mauro Duarte)

3 comentários:

Pele de Gato disse...

Amigão, não te conheço mais queria ser um dos desconhecidos que você chamou na rua para IR VER CONTIGO ESTE SHOW.Pela empolgação que você narra fiquei com inveja(BOA)e gostaria muito de ter ido.
Um abraço.

Jackson disse...

Não chamou Mazinho e Luciana!!!
Esqueceu????

Abraços

MAZINHO

Anônimo disse...

Sem dúvida alguma esses são momentos inesquecíveis e que devem ser enaltecidos e muito valorizados. Fiquei feliz com a lembrança e as ligações. É muito bom fazer parte desse seleto grupo dos amantes do nosso samba.
" Pois se o azul é a poesia e
se o branco é a paz, minha Portela querida e o poeta da vida o que vai querer mais".
Valeu NELSUUUUUUUU.
Luis Manuel