quinta-feira, 22 de outubro de 2009

AVENTUREIRO

Porque fui aventureiro
Trago em mim esta audácia
Porque fui quase um herói
Trago em mim esta bravura
Porque fui tão destemido
Trago em mim a valentia
Porque fui um tanto atento
Trago em mim alguma astúcia

Porque fui demais ao longe
tenho o corpo dolorido
Porque fui onde eu queria
Tenho a alma tão liberta
Porque fui um dia errante
Tenho em mim esta ferida
Porque fui por tanta estrada
Tenho a cor de viajante

Porque fui um sonhador
Trago minhas esperanças
Porque fui sempre menino
Trago em mim esta alegria
Porque fui quase poeta
Trago versos rascunhados
Porque fui sempre de festa
Trago em mim esta euforia

Porque fui por ti beijado
Tenho os lábios indefesos
Porque fui enfeitiçado
Tenho menos a razão
Porque fui ao teu encontro
Tenho a pele arranhada
Porque fui o teu amante
Tenho a vida em tua mão

9 comentários:

Elika Takimoto disse...

Se eu fosse separar os versos (como é o meu costume) que mais gostei daria um control vê e control cê no texto por completo.

Já te disse, mas deixo aqui registrado que esse, definitivamente, você se superou e se igualou aos maiores.

Parabéns por tanta sensibilidade e destreza com as palavras.

Não preciso dizer o orgulho que sinto por estar presente no objeto indireto de suas frases.

Amei.

Amo. Te.

Juliana e Tony disse...

Amigo Nelson

Realmente vc esta cada dia mais apurado.Belas palavras muito bem agrupadas e fazendo um sentido bastante romantico e boemio.Um grande abraço do amigo e parceiro de trampo
Bapt

Anônimo disse...

A harmonia das palavra e a métrica dos versos, refletem um momento de de grande inpiração e sensibilidade, parabéns. Aliás, parodiando o "poetinha", SARAVÁ e SUA BENÇÃO MEU POETA. Grande abraço. LUIS MANUEL

Luluch Carvalheira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luluch Carvalheira disse...

Enquanto lia vi muito de você, mesmo te conhecendo a tão pouco tempo. Um auto retrato em versos. Você é realmente um artista!!!Parabéns!!!!

Moa disse...

querido amigo
texto inspirado..
mostra a tua sensibilidade
o Renascença sente falta das tuas tardes sentado sozinho enquanto ouve nossos sambas..
abs sincero
moa

Elika Takimoto disse...

Caraca,

Comentário de gente famosa internacionalmente!!!!!

Que onda!!!!

Só para quem pode...

IH!!!! A palavra chave que tenho que digitar para o meu comentário ser postado é "NESSOU".

Caraca de novo!

Jackson Britto disse...

Fala Nelsinho

Muito maravilhoso!!!!

abç

Mazinho

Anônimo disse...

Pai, tenho muito orgulho de ter um pai poeta , seu texto esta incrivelmente incrivel. Por que você não mandou um email para mim dizendo que tinha um texto novo no seu blog??????? Você é o melhor ! TE AMO!!!