domingo, 5 de julho de 2009

NUNCA DESCOLORIRÁ



Quem me faz sorrir
Tem a minha cor
Tem cheiro de flor
Sabe me encantar

Sabe dar valor
Quando o samba é bom
Tem no coração
O dom de agradar

Sabe ser feliz
Sabe ser bem-vinda
Tem a minha linda
Tanta história pra contar

Conta o que sonhou
Que a princesa adormeceu
Diz que o rei sou eu
E o castelo é o nosso lar

Adora os livros seus
E escreve poesia
Jura que um dia
A formiga vai voltar

Gosta de TV
De teatro e de cinema
Inventa uma outra cena
E se veste pra dançar

Deita ao lado meu
Mas traz seu cobertor
Mesmo no calor
Vem me abraçar

Desenhou a minha vida
Pintando tanto amor
Com um lápis de cor
Que nunca descolorirá...

3 comentários:

Elika Takimoto disse...

Lin-do, Nelsu!

Bravo, ragazzo! Bravíssimo.

Questa principessa merece molte omenaggi!

Niente scolorirá nella nostra vita.

Milhões de beijos

Anônimo disse...

Adorei. Você é o melhor pai do mundo e poeta também.

Te amo muito muito muito mesmo.

Você é demais

Beijos

Nara

Luca disse...

Lindo!
Mas não posso negar que a poesia já está em olhar para essa linda princesa que você e a Eka criaram.
Babo por ela todas as vezes que ela sorri.
Parabéns!
Beijo

ps.: tem texto novo lá no blog.